Clareamento dental seringa

O dente de cada pessoa é formado por várias camadas sobrepostas. A parte mais superficial é o esmalte, que por estar exposta é consequentemente porosa. Com o passar do tempo, pedacinhos de comida entram por essas microfissuras e se alojam na camada abaixo do esmalte, a dentina; e é justamente o acúmulo dos restos alimentícios, principalmente os pigmentados, que escurece o dente.

Porém, antes de recorrer ao clareamento dental seringa, é preciso fazer uma limpeza básica na estrutura dentária. Para isso, o dentista usa uma ferramenta chamada cureta para limpar a placa bacteriana e o tártaro, essa etapa aumenta a eficácia do clareamento além de evitar dor e danos em áreas especialmente sensíveis.

Como funciona o clareamento dental seringa

Depois de ter passado pela avaliação do dentista e pela limpeza dos dentes, o clareamento dental seringa realizado em casa, após indicações do profissional, se inicia com a aplicação da substância clareadora na moldeira que deverá ser encaixada nos dentes normalmente à noite, de modo que o paciente durma com o elemento na boca.

Em todos os métodos de clareamento, o ingrediente ativo é o peróxido de hidrogênio (a comum água oxigenada) ou o peróxido de carbamida (o mais usado). Ambos são responsáveis por causar uma reação de oxidação e quebrar moléculas orgânicas, como as derivadas dos alimentos pigmentados, por exemplo. Aliás, entre os tipos de alimentos que mais causam o amarelamento dos dentes, fazendo com que as pessoas procurem pelo clareamento dental seringa são:

  • molho de tomate e derivados;
  • beterraba, frutas, vegetais ou verduras naturalmente pigmentadas;
  • açaí;
  • café.

O tempo de duração do clareamento dental seringa

O resultado do tratamento pode ser notado após os primeiros dias de aplicação da moldeira com o gel clareador, no entanto, a eficácia e duração do resultado vão depender diretamente da correta administração do material por parte do paciente, além dos cuidados que ele deverá tomar após concluído o processo.

Isso porque mesmo depois de estarem limpos e terem chegado à sua cor original por meio do clareamento dental seringa, os dentes poderão escurecer novamente caso o paciente retome os antigos hábitos alimentares sem nenhum cuidado. Isso significa que é preciso evitar a ingestão constante de alimentos pigmentados, além de escovar os dentes após cada refeição. Contudo, para que o clareamento dental seringa dure o máximo de tempo possível, também é necessário evitar o hábito de fumar.

Dr. Alex Claro Guilger

Graduado na faculdade de odontologia de piracicaba - FOP-UNICAMP - (2009) Atualização Básica de Implantodontia na Fundecto (fundação para Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Odontologia- USP). Aperfeiçoamento “ Esculturas Dental Com Resinas Compostas em Dentes Anteriores e Posteriores “ promovido pelo Prof. Ronaldo Hirata 2010/32h Curso enceramento diagnóstico “ Técnicas das Visões” ( Marcelo Giatti) 2010/60h; Curso Intensivo em Estética Adesiva – UNESP (Araçatuba) 2008/40h; Curso Especialização em Prótese São Leopoldo Mandic (Prof.Sidney Kina) Maio 2010/2012.